• EN
  • LinkedIn
  • Facebook
Você está em: Início > O Ensino Superior como veículo para a Empregabilidade, por Professora Doutora Sofia Gomes

O Ensino Superior como veículo para a Empregabilidade, por Professora Doutora Sofia Gomes

Artigo de Opinião publicado no semanário Vida Económica

O ensino superior é cada vez mais visto como um trampolim para a empregabilidade, deixando de parte a função meramente pedagógica. Hoje as escolhas das licenciaturas, dos mestrados e de formação executiva está intimamente relacionada com as experiências integradoras que as escolas conseguem proporcionar aos seus alunos em termos de ligação ao mercado de trabalho e, como tal, que lhes garanta um acesso para o mundo do trabalho.
É cada vez mais valorizado o learning-by-doing com a presenças de empresas nas salas de aula através de sessões de mentoring, de workshops práticos, de seminários, da realização de visitas às empresas e de tantas outras atividades que enriqueçam a estrutura curricular dos ciclos de estudos. Mas só as escolas mais inovadoras, mais orientadas para o mercado laboral têm capacidade para o fazer. A realidade empresarial é uma constante no dia a dia destas instituições de ensino, que se complementa com os conteúdos mais clássicos ou mais modernos das diferentes matérias.
Por outro lado, as instituições de ensino superior, muitas vezes em conjunto com as associações de estudantes, têm cada vez mais promovido as feiras da empregabilidade, onde para além de um conjunto de empresas orientadas para a oferta formativa apresentarem o próprio negócio, procuram talento realizando sessões de speed recruitment e de elevator pitch (promoção da marca pessoal a um conjunto de empresas numa sessão muito curta de 3-5 minutos). É também prática nestes eventos serem promovidos um conjunto de workshops motivacionais onde são trabalhados os soft skills chave para vencer no mercado de trabalho e algumas questões práticas de como apresentar um bom curriculum vitae ou de como se comportar numa entrevista de emprego.
São ainda poucas, as instituições de ensino superior que prestam serviços de orientação profissional, integrados nos serviços da empregabilidade, os quais se revelam uma verdadeira mais valia para os estudantes, ajudando-os a posicionarem-se no percurso profissional ou, algumas vezes, a alterar o trajeto tão planeado que hoje já não faz mais sentido.
Precisam-se cada vez mais de instituições de ensino inovadoras, visionárias e de qualidade que criem condições para uma verdadeira integração dos estudantes no mercado laboral no final do percurso académico.